Possíveis razões pelas quais o Raspberry Pi não liga e como resolvê-las de diferentes maneiras

O Pi é um dispositivo interessante que pode ser usado em diversas aplicações, desde a criação de robôs até configurações de automação residencial e muito mais. No entanto, você pode encontrar alguns desafios ao tentar inicializar o Raspberry Pi, pois ele pode não inicializar corretamente.

Talvez você tenha seu Raspberry Pi totalmente conectado e pronto para ser ligado... mas quando você pressiona o botão liga / desliga, nada acontece. Há algo errado em algum lugar, mas o que é? O que você pode fazer em relação à isso? Neste artigo, analisaremos os motivos pelos quais o Raspberry Pi não inicializa e forneceremos um guia completo sobre como resolver esse problema.

Aqui está o que você precisa verificar para solucionar problemas do seu Raspberry Pi. Verificar Etapas simples para instalar o Raspberry Pi OS usando Raspberry Pi Imager.

Framboesa Pi | Inicializando o Raspberry Pi 1 | 1fjcdL6BXJ4aCm0OD6luvUg DzTechs

1. O que fazer se o Raspberry Pi 5 não ligar

Framboesa Pi | Inicializando o Raspberry Pi 2 | 1ljCAkrKX1gjdwDcuep6Abg DzTechs

Sendo a quinta geração completa de dispositivos Raspberry Pi, o Pi 5 é considerado um pouco mais confiável que os modelos anteriores. No entanto, ainda está sujeito a alguns problemas comuns.

Você deve ser capaz de identificar problemas relacionados à inicialização pelo status do LED. O Raspberry Pi 5 possui um único LED que pode acender tanto em vermelho quanto em verde. Vermelho significa que a PSU está conectada; A cor verde indica que o dispositivo está funcionando.

Perceber: Se o LED piscar quatro vezes lentamente, seguido de cinco piscadas rápidas, seu Raspberry Pi 5 apresenta um erro crítico de firmware. Seis piscadas rápidas indicam queda de energia. Ambos devem ser comunicados ao vendedor para substituição.

Use a fonte de alimentação apropriada

O Raspberry Pi 5 requer uma fonte de alimentação USB-C de 27 W. Embora alguns proprietários relatem que a fonte de alimentação do Pi 4 é suficiente, esse não é o caso quando os periféricos estão conectados.

Percebemos que a fonte de alimentação Raspberry Pi 5 é difícil de adquirir em algumas regiões. Recomendamos que você continue comprando Fonte de alimentação Raspberry Pi 27W oficial em vez de arriscar um dispositivo de terceiros.

A unidade de inicialização está conectada?

Como nas versões anteriores, o Raspberry Pi 5 pode inicializar a partir de um dispositivo USB e também de um cartão microSD. Assim como o Raspberry Pi 4, ele pode operar via Ethernet; Além disso, ele pode inicializar a partir de um SSD conectado ao PCIe.

No entanto, se o seu Raspberry Pi 5 não inicializar corretamente e a fonte de alimentação não for a culpada, certifique-se de que a unidade de inicialização não seja a culpada. À medida que o número de opções de inicialização aumenta, isso levará mais tempo do que no modelo antigo.

Você está usando um cabo HDMI em boas condições?

Outro problema que os proprietários do Raspberry Pi 5 enfrentam é a falha na inicialização devido aos cabos HDMI. A melhor opção aqui é evitar o uso de adaptadores micro HDMI e, em vez disso, usar um cabo micro HDMI para HDMI específico. Isso evita os riscos representados por transformadores de baixa qualidade. Verificar Tudo o que você precisa saber antes de atualizar para o Raspberry Pi 5: desvantagens que você pode encontrar.

2. Raspberry Pi 4 não inicializa? Experimente estas etapas

Framboesa Pi | Inicializando o Raspberry Pi 3 | 12 amkc61yAZ82v4hzzgm1A DzTechs

Três problemas básicos podem fazer com que o Raspberry Pi 4 não inicialize ou ligue.

Problemas de energia do Raspberry Pi 4

Assim como o Pi 5, o Raspberry Pi 4 usa uma fonte de alimentação (PSU) diferente dos modelos mais antigos. A alimentação é fornecida por meio de um conector USB tipo C, de preferência de uma fonte de alimentação oficial de 5.1 V 3A. Tal como acontece com os modelos Raspberry Pi mais antigos, um carregador de celular ou tablet não é suficiente.

Raspberry Pi 4 não liga, mas exibe um indicador vermelho?

O Raspberry Pi 4 requer uma nova instalação da versão mais recente do Raspberry Pi OS. Na verdade, independentemente do seu sistema operacional Raspberry Pi preferido, você precisará de uma opção lançada após junho de 2019.

Os sistemas operacionais compatíveis com modelos Raspberry Pi mais antigos não funcionarão de maneira confiável com este dispositivo. Usar um sistema operacional desatualizado ou sem suporte fará com que um LED vermelho apareça quando você ligar o Raspberry Pi 4. Ele simplesmente não executará um sistema operacional que não foi projetado para ser executado em um computador.

Uma nova instalação do sistema operacional mais recente resolverá muitos problemas de inicialização do Raspberry Pi 4.

Raspberry Pi 4 não gera imagem

Você está tendo problemas para ver a saída do Raspberry Pi 4 na tela? O Pi 4 possui duas saídas HDMI. Especificamente, as portas micro-HDMI, chamadas HDMI0 e HDMI1.

A maioria dos problemas de não ativação do Raspberry Pi 4 parecem estar relacionados à forma como o cabo HDMI está conectado à porta errada. Certifique-se de usar o conector esquerdo, HDMI0.

3. Raspberry Pi não inicializa? Verifique os indicadores vermelho e verde

Framboesa Pi | Inicializando o Raspberry Pi 4 | 1Eh58CNRDFF3R0Ac6ke3 Ng DzTechs

Ao ligar o Raspberry Pi (modelos 1 a 4), um ou mais LEDs serão ativados. Um deles é vermelho, indicando potência (PWR); O outro é verde e indica atividade (ACT). (Há também um terceiro LED no Raspberry Pi que é verde para indicar o status da Ethernet, se conectado.)

Então, o que esses LEDs indicam? Bem, esta é a condição normal, quando os LEDs PWR e ACT estão ativados. ACT pisca enquanto o cartão SD está ativo. Portanto, se não houver luz verde no seu Raspberry Pi, significa que há um problema com o cartão SD.

Enquanto isso, o PWR pisca quando a energia cai abaixo de 4.65V. Dessa forma, se a luz vermelha do Raspberry Pi não acender, não haverá energia.

Se apenas o LED PWR vermelho estiver ativo e não estiver piscando, o Pi está recebendo energia, mas não há instruções de inicialização legíveis no cartão SD (se houver). No Raspberry Pi 2, acender os indicadores ACT e PWR significa a mesma coisa.

Ao inicializar a partir de um cartão SD, o indicador ACT verde do Raspberry Pi deve piscar de forma irregular. No entanto, pode piscar de forma mais organizada para indicar um problema:

  • 3 piscadas: start.elf não encontrado.
  • 4 flashes: start.elf não pode ser iniciado, então provavelmente está corrompido. Alternativamente, o cartão não está inserido corretamente ou o slot do cartão não está funcionando.
  • 7 flashes: kernel.img não encontrado.
  • 8 flashes: SDRAM não é reconhecido. Nesse caso, seu SDRAM provavelmente está corrompido ou seu arquivo bootcode.bin ou start.elf está ilegível.

Se algum desses indicadores aparecer, tente usar um novo cartão SD com o sistema operacional Raspberry Pi recém-instalado. Sem alegria? Continue lendo para uma solução alternativa. Verificar Radxa Zero 3W vs. Raspberry Pi Zero 2 W: Qual deles se destaca em microcomputação?

4. Raspberry Pi não funciona? Verifique a fonte de alimentação

Conforme mencionado acima, problemas de energia podem causar falhas no Raspberry Pi. Ele pode desligar ou travar durante a inicialização, ou pode falhar na inicialização. Para ler um cartão SD com precisão, é necessária uma fonte de alimentação (PSU) estável.

Para ter certeza de que sua fonte de alimentação é boa o suficiente, certifique-se de que ela atenda às especificações do modelo Raspberry Pi que você possui. Da mesma forma, certifique-se de que o micro-USB da PSU para Pi esteja pronto.

Muitas pessoas usam carregadores de smartphones para alimentar seus dispositivos Raspberry Pi. Esta não é a melhor ideia. É preferível usar uma fonte de alimentação dedicada adequada.

O Raspberry Pi possui um fusível reinicializável, um polyfuse. Embora possa ser redefinido sozinho, isso pode levar alguns dias. Se você acidentalmente explodir a válvula do multímetro, não descobrirá até tentar ligá-la mais tarde.

Enquanto você espera, compre uma fonte de alimentação adequada; Preparar Adaptador de energia oficial Raspberry Pi É a melhor escolha para você. Observe que é uma fonte de alimentação de 15 W, adequada para o Raspberry Pi 4, mas fornece os requisitos mínimos de energia para o Raspberry Pi 5 mais recente. É melhor escolher uma fonte de alimentação USB-C de 27 W para o Raspberry Pi 5.

5. O sistema operacional Raspberry Pi está instalado?

O Raspberry Pi não inicializará se não houver sistema operacional. Você pode instalar o sistema operacional Raspberry Pi em um cartão microSD ou executar um script de inicialização para instalar o sistema operacional.

Dessa forma, se um sistema operacional não estiver instalado no cartão SD, você não aproveitará o seu Raspberry Pi.

Se você instalar o sistema Raspberry Pi em um SSD (ou outro dispositivo), certifique-se de que ele esteja conectado corretamente.

6. Verifique o cartão microSD se o Raspberry Pi não liga

Um Raspberry Pi funcional depende de Cartão SD de alta qualidade Para acessar o sistema operacional. Se o cartão SD não estiver funcionando, o Raspberry Pi ficará irregular ou não inicializará.

Você pode verificar o cartão SD desligando o Pi e inserindo o cartão no computador. Use uma ferramenta confiável de formatação de unidade flash e tente reformatá-la (em Windows e Mac, use uma ferramenta SDFormatterName Da Associação SD). Se a formatação falhar, o cartão será danificado (os cartões SD SanDisk podem ser devolvidos dentro da garantia).

Ao configurar um novo sistema Raspberry Pi OS, sempre formate o cartão SD antes de gravar a imagem usando um leitor/gravador de cartão confiável. Procure mídias com alta velocidade de gravação e verificação de erros superior para garantir a velocidade e eficiência do seu Raspberry Pi.

Compre apenas cartões SD de fornecedores confiáveis, como o cartão microSD Sandisk de 64 GB disponível na Amazon. Outras marcas conceituadas incluem Samsung e PNY, ambas também encontradas na Amazon.

7. Não há saída de vídeo no Raspberry Pi?

O Raspberry Pi não pode exibir nenhum vídeo sem um cartão SD inicializável e um cabo HDMI funcional.

O dispositivo de exibição deve ser capaz de detectar o sinal do Raspberry Pi. Se o Pi parecer não inicializar porque nada aparece na tela, você precisará forçar a detecção de HDMI.

Como o Raspberry Pi não possui BIOS, ele depende de arquivos de configuração no cartão SD. Você pode forçar a detecção de HDMI inserindo um cartão SD em seu desktop ou laptop e navegando até a seção /boot/. Abra o arquivo config.txt e adicione o seguinte no final:

hdmi_force_hotplug=1

Salve e saia do arquivo, remova com segurança o cartão SD, coloque-o de volta no Raspberry Pi e inicialize-o novamente.

Outras opções de vídeo também são possíveis. Porém, até o Raspberry Pi 4, as placas usavam TRRS, o que significava que você precisava do cabo correto. Isto deve ser capaz de traduzir sinais RCA (conectores vermelhos e brancos) e sinais compostos (conector amarelo).

Você pode encontrar Cabo A/V TRRS Conveniente na Amazon. Isso deve funcionar para você se o HDMI não for uma opção.

8. Raspberry Pi não inicializa? Como saber se está morto ou com defeito

Framboesa Pi | Inicializando o Raspberry Pi 5 | 1C9QSyg RJ1DUkOMBVfiIxA DzTechs

Se você chegou até aqui e seu Raspberry Pi não liga, é possível que o hardware esteja com defeito. Parece que você não teve tanta sorte, todos os dispositivos Raspberry Pi são testados após a fabricação.

Você possui um Raspberry Pi antigo (B, B+, 2B ou 3B – quais são as diferenças entre as placas Raspberry Pi?)? Uma maneira de verificar se está quebrado é compará-lo com um modelo semelhante que você sabe que funciona.

Do dispositivo suspeito, remova o cartão SD, o cabo Ethernet, o cabo de alimentação e o cabo HDMI. Remova tudo o que estiver conectado e substitua o dispositivo em funcionamento pelos mesmos cabos, periféricos e cartão SD.

Se o dispositivo ligar, seu outro Pi está com defeito; Caso contrário, os cabos, a fonte de alimentação ou o cartão SD estão causando o problema. Olhe acima.

Enquanto isso, para dispositivos Raspberry Pi A, A+ e Zero, existe uma maneira diferente de verificar dispositivos suspeitos. Remova todos os cabos e cartão SD e conecte o dispositivo via cabo USB ao seu computador Windows. (Use USB-A para USB-A para Raspberry Pi A e A+ e micro USB para USB-A para modelos Pi Zero).

Se estiver ligado, o dispositivo será detectado e um alerta soará. Você encontrará o Raspberry Pi listado no Gerenciador de dispositivos como “Boot BCM2708”. No Linux e Mac, um Raspberry Pi A ou Zero funcional será listado em resposta ao comando dmesg.

Raspberry Pis tem garantia de 12 meses, mas não os devolva sem primeiro verificar Termos e Condições [PDF]

Problemas de inicialização do Raspberry Pi: corrigidos!

Então, é isso que você precisa verificar para corrigir problemas de inicialização do Raspberry Pi. Aqui está um resumo:

  1. Usando Raspberry Pi 5? Certifique-se de que a fonte de alimentação se encaixe, que o dispositivo de inicialização esteja inserido/conectado corretamente e que um cabo HDMI funcional esteja conectado.
  2. Usando um Raspberry Pi 4? Verifique o cabo de alimentação, sistema operacional e cabo HDMI.
  3. Verifique as luzes indicadoras.
  4. O adaptador de energia é adequado?
  5. Você instalou o sistema operacional?
  6. O cartão microSD é confiável?
  7. A saída HDMI está desativada?
  8. Meu Raspberry Pi pode estar com defeito?

Conseguiu colocar tudo em funcionamento? É hora de pensar em um projeto Raspberry Pi. Você pode ver agora Descubra os melhores acessórios Raspberry Pi 5 para aumentar excepcionalmente o desempenho do seu dispositivo

DzTech

Sou um engenheiro estadual com vasta experiência nas áreas de programação, criação de sites, SEO e redação técnica. Sou apaixonado por tecnologia e me dedico a fornecer informação de qualidade ao público. Posso me tornar um recurso mais valioso para usuários que procuram informações precisas e confiáveis ​​sobre análises de produtos e aplicações especializadas em diversos campos. Meu compromisso inabalável com a qualidade e a precisão garante que as informações fornecidas sejam confiáveis ​​e úteis para o público. A busca constante pelo conhecimento me leva a acompanhar os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos, garantindo que as ideias compartilhadas sejam transmitidas de forma clara e acessível.
Ir para o botão superior